Centro Marista de Eventos

Centro Marista de Eventos

Foto: APK
Paróquia Nossa Senhora das Dores

Paróquia Nossa Senhora das Dores

Foto: APK
Rua Marechal Floriano Peixoto

Rua Marechal Floriano Peixoto

Foto: APK
FADISMA

FADISMA

Foto: APK
Estação Férrea de Santa Maria

Estação Férrea de Santa Maria

Foto: APK
Av. Nossa Senhora das Dores

Av. Nossa Senhora das Dores

Foto: APK
Av. Rio Branco

Av. Rio Branco

Foto: APK
Vista do Ed. Taperinha

Vista do Ed. Taperinha

Foto: APK

Segunda turma do NEW finalmente com a mão na massa

Publicado em 21/08/2015 por Gestor de Conteúdo. Categoria: NEW.

new (1)Depois de passarem por um semestre com encontro semanal e regular com uma série de sensibilizações de temas diversos, configurando sua formação webcidadã, desde Importância da Pesquisa e da Metodologia; Comunicação Não-violenta; Desinibição; Produção de Conteúdo Acessível e Criativo e; ainda, Tecnologias em Rede, desde o início do segundo semestre os potenciais ativistas idealizam a parte prática de sua atuação.

Divididos em três eixos, o Núcleo de Estudos em Webcidadania, trata do Acesso à Educação; Direito ao Lazer e Direito à Saúde. Num panorama local, respectivamente, esperam focar na conscientização em torno do tema Redução da Maioridade Penal, sob apoio técnico-científico do Núcleo de Segurança Cidadã; concepção na própria IEs da postura cidadã do estudante e; conscientização, requisitos e aspectos legais da doação de sangue e medula óssea.

As cenas dos próximos capítulos prometem. Os professores Andrewes Koltermann e Liana Merladete, coordenadores do Núcleo, relembram que “alguns fatores, como o reconhecimento da sociedade civil organizada, por parte dos governos, e a consequente elevação da participação da população nos programas governamentais, somando à ampliação e diversificação dos temas de discussão na arena pública, têm determinado um novo padrão de governança. Este padrão termina por oferecer um novo espaço onde o conceito de participação pode ser ampliado até o conceito de cidadania, ou seja, a participação cidadã”.

“No estágio de planejamento de ação ativista de cada eixo nosso maior desafio é fazê-los assimilar essa consciência sem obrigá-los a tal”, complementa Liana que revela ainda a tarefa de tentar estimulá-los a operar sob planejamento, incentivando a produção autônoma, a liderança e próatividade. “É muito difícil orientar e não executar. A cada iniciativa deles o desejo é já dar-lhes a resposta, mas a metodologia implica o processo de aprendizado pelo fazer. E nessa missão aprendemos muito juntos. Estou, a cada dia, mais emocionada com o progresso deles”.

Algumas fotos da apresentação interna das bandeiras de trabalho dos eixos estão na nossa Fanpage. Confere aqui!